07/04/2018 - Pais aproveitam Dia da Família na Escola para reviver histórias

Pais aproveitam Dia da Família na Escola para reviver histórias
Muitos dos pais que participaram das atividades nas escolas dos filhos no dia 7 de abril já passaram pelas mesmas escolas e destacam a evolução do ensino

Blumenau, 7.4.2018 – Pais e filhos de todas as regiões de Santa Catarina participaram neste sábado (7) do Dia da Família na Escola. A data foi celebrada nas escolas municipais e estaduais, além da rede escolar da FIESC (SESI e SENAI), FECOMÉRCIO (SESC e SENAC), FAESC (SENAR) e FETRANCESC (SEST e SENAT). A professora Djanira Müller, por exemplo, tem uma ligação muito forte com a Escola João Widemann, em Blumenau. Seu pai foi professor ali, sua mãe foi aluna, ela mesma cursou todo o ensino básico e, agora, acompanha o primeiro ano do seu filho, João Guido, de 6 anos. “Essa escola fez parte da vida do meu pai, da minha mãe e pra mim foi muito importante. Agora, com o meu filho, a gente passa a ter mais contato com todo o desenvolvimento e aprendizagem dele”, conta.

Essa relação entre família e escola se repete no caso de Francine Balduíno, professora da APAE de Blumenau. Ela também foi aluna da Escola João Widemann e agora participa da vida escolar do seu filho Raul, de 9 anos. “É uma emoção muito grande voltar aqui porque a gente vê a evolução da escola, que já teve seus altos e baixo, mas hoje ela está maravilhosa. Oferece vários recursos e estou satisfeita com o ensino do meu filho”, relata Francine, que sempre marca presença na escola.

Neiva Kruger é mãe de duas crianças, de 3 e 7 anos, estudantes da Escola Básica Municipal Almirante Tamandaré. Ela também participa de várias atividades na escola e acha que é uma oportunidade inclusive de integração com a comunidade. “É bom ter o privilégio que muitos não têm de brincar e se envolver mais, inclusive com o pessoal do bairro. Sempre participo das atividades na escola dos meus filhos e conheço as professoras deles”, fala a dona de casa orgulhosa.

É esse vínculo entre família e escola que a data estimula, lembrou o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que acompanhou as atividades em escolas públicas de Blumenau e no SESI, entidade da FIESC. “Os pais são atores importantes na formação e na melhoria da qualidade do ensino. O tema deste ano justamente visa criar condições para que os estudantes possam escolher o seu projeto de vida e os pais têm uma participação muito importante. Não no sentido de conduzir ou de determinar a profissão que o filho vai escolher, mas criando condições para que as crianças, os estudantes, os seus filhos possam escolher livremente a profissão e o trabalho que se revela como um dom e um desejo pessoal”, destacou.

O secretário de Educação, Eduardo Deschamps, salientou que escolas onde os pais são atuantes, são mais efetivas. “O diretor consegue realizar um trabalho melhor e os professores conseguem ter um feedback daquilo que estão fazendo. Pesquisas internacionais mostram isso. Escolas onde a família tem uma participação efetiva são escolas com melhores resultados”, afirmou.

Para Ari Rabaioli, presidente da Fetrancesc, o Dia da Família na Escola tem importância enorme porque integra pais, professores, alunos e direção da escola com as entidades empresariais. “A Fetrancesc apoia porque sabe da importância dessa integração, de cada vez mais convencer o jovem de que ele precisa completar os cursos regulares para chegar ao mercado de trabalho mais bem preparado”, disse.

O anfitrião da escola João Widemann, diretor Cornélio Pereira dos Santos Neto, afirmou que o evento auxilia a aproximação entre família e escola. “A gente sempre diz que a escola e as famílias são parceiras. Quanto mais presentes as famílias estão, temos a clareza de que o estudante rende melhor, flui melhor e tem um melhor andamento dentro da escola”, avaliou.

Dia da Família na Escola - A proposta da criação do Dia da Família na Escola, que chega ao seu terceiro ano, surgiu da Campanha Pais pela Educação, lançada pelo Movimento SC pela Educação em 2014. Um dos estímulos é uma pesquisa do Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo a qual os estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente no aprendizado em comparação com os que não recebem essa atenção. O objetivo da iniciativa é estimular a participação dos pais na vida escolar dos filhos.

Confira como foi o Dia da Família na Escola em todo o Estado:

Alto Uruguai - Um dos destaques da programação foi a apresentação do ensino da matemática por meio da robótica, atividade oferecida pelo SESI na Escola de Educação Básica Deodoro. Muitos alunos demonstraram interesse em conhecer as ferramentas de fabricação digital, que facilitam o processo de aprendizagem. O projeto desenvolve competências linguísticas, matemáticas, científicas e tecnológicas, instigando as crianças a buscarem novos conhecimentos. Na Escola Vidal Ramos Junior ocorreram palestras, apresentações musicais e momentos de interação entre pais alunos e professores. O Dia da Família na Escola também teve atividades culturais, teatro, dança e jogos.

Alto Vale do Itajaí - Em Rio do Sul, no Alto Vale, as atividades reuniram cerca de 800 pessoas. Pela manhã, no SENAI, houve gincana envolvendo familiares e estudantes, com brincadeiras como corrida de saco, cabo de guerra, qual é a música, entre outras. Foi realizado também o Workshop “Formas e desenhos que influenciam na estrutura de modelagens”. Na escola parceira Centro Educacional Prefeito Luiz Adelar Soldatelli, o SENAI entregou doações de roupas para a realização de um brechó. Durante a tarde, a comunidade prestigiou a programação no SESI e no Centro de Educação Infantil Ana Pamplona, com oficinas lúdicas, show de talentos, música, literatura e alimentação saudável.

Centro-Norte - Saúde, esporte, cultura e a relação da família com a escola foram os temas destaques do Dia da Família na Escola na Regional Centro-Norte da FIESC. Diversas atividades foram realizadas nas cidades de Caçador, Rio das Antas, Videira, Arroio Trinta, Fraiburgo, Lebon Régis, Calmon, Matos Costa, Canoinhas, Curitibanos e em Porto União. Os pais participaram de palestras, receberam atendimentos, orientações, realizaram e conheceram mais de perto a rotina escolar dos filhos e a importância de trabalhar junto com a escola.

Centro-Oeste - Na região Centro Oeste diversas atividades envolveram as famílias. Escolas municipais e estaduais e as entidades da FIESC (SESI e SENAI), Fecomércio (SESC e SENAC), FAESC (SENAR) e FETRANCESC (SEST e SENAT) se mobilizaram para promover ações educativas e recreativas com o propósito de promover uma reflexão sobre a importância do apoio da família na construção do projeto de vida e ainda de auxiliá-los na escolha profissional. Em Joaçaba o SENAI levou para a Escola Estadual Nelson Pedrini o projeto do Kart Elétrico que disputou o SENAI Challenge no ano passado. Os alunos puderam fazer um circuito e dirigir o kart, além de ter instruções sobre o projeto e cursos. O SESI também participou com o Espaço de Educação Maker- Comunicação e Mídias com estúdio fotográfico, onde os participantes receberão dicas de como tirar uma boa foto, bem como vivenciar tirando várias fotos. Ações de beleza, café da manhã e palestra sobre planejamento financeiro também fizeram parte das ações na Escola Nelson Pedrini.

Extremo Oeste – Na Região Extremo-Oeste, uma série de atividades movimentou várias escolas. Na unidade do SENAI de São Miguel do Oeste, centenas de pais participaram de uma palestra com o professor Alain Baderha Kalema, que abordou o assunto "Educação, escolarização e autonomia". O SESI também participou do evento, com atividades didáticas e com orientações. Outras escolas da rede municipal e estadual também participaram do movimento e promoveram palestras e debates acerca do tema: pensar projeto de vida. Uma forma de instigar uma reflexão acerca do presente e, principalmente, do futuro.

Foz do Rio Itajaí - Em Itajaí, os professores do SENAI receberam pais e filhos com um café da manhã e acompanharam as atividades desenvolvidas na unidade. Apresentações de teatro e vídeos produzidos pelos estudantes, diversas oficinas e visitas às salas de aula com orientação dos professores chamaram a atenção dos pais, que puderam colocar a mão na massa, produzindo, por exemplo, chaveiros e cupcakes. Em Balneário Camboriú, a comunidade também prestigiou o evento que reuniu os alunos de EJA do SESI, que levaram várias atividades produzidas por eles durante as aulas. Cerca de mil pessoas prestigiaram o evento na Foz do Rio Itajaí, envolvendo SENAI, SESI e as escolas parceiras, além do SESC que também realizou diversas ações durante a manhã.

Litoral Sul - Em Tubarão, o evento cresceu significativamente em relação à 2017. Aproximadamente 400 pessoas passaram entre 9h e 11h30, na unidade do Senai. Momento voz e violão com pais e alunos, exposição de fotografias, oficinas de aromatizante, primeiros socorros, passos iniciais com arduíno, apreendendo com seu filho: ensinamentos de instalação elétrica, palestra sobre projeto de vida e escolha profissional e teatro como o tema, projeto de vida, foram algumas das atividades realizadas.

Norte-Nordeste - Alegria e integração marcaram o Dia da Família Escola em Joinville. Professores, estudantes e seus familiares participaram de atividades variadas nas escolas. A Escola de Educação Infantil do SESI trabalhou o tema “O brincar, a natureza e o imaginário da criança: algumas possibilidades e muitos desafios”, com histórias compartilhadas, jogos heurísticos e oficinas de pipas. Na unidade do SESI, na Rua Ministro Calógeras, teve palestra e oficinas no Espaço de Educação Maker. No SENAI Norte as crianças participaram da caça ao tesouro, contação de história, pintura facial, piscina de bolinha, cama elástica, distribuição de pipoca e algodão doce. Apresentações musicais, dramatização de professores e alunos sobre suicídio, ação educativa contra o bullying e oficina de gastronomia fizeram parte da programação do SENAC. Trinta e oito escolas da rede estadual realizaram atividades com o intuito de aproximar pais e estudantes no ambiente de ensino.

Oeste - As atividades do Dia da Família na Escola em Chapecó levaram pais e estudantes para o SENAI, onde ocorreram oficinas de realidade virtual, inspeção veicular gratuita, jogos modernos e antigos, inclusão digital, sabão sustentável, maquiagem, cuidados com a pele e apresentações culturais. Os alunos e familiares da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do SESI se reuniram na Sala SESI Matemática, onde participaram de jogos matemáticos que foram confeccionados por eles durante as aulas, além de oficinas de lego e de origami. O IEL também esteve presente, com divulgação de vagas de estágio e emprego para estudantes e egressos. Engajado com o Movimento Santa Catarina pela Educação, o Sistema formado pela FAESC e SENAR/SC promoveu ações na Escola Básica Municipal André Marafon com oficina de jardinagem, minifeira com alimentação saudável e recreação.

Planalto Norte - Em São Bento do Sul, as atividades do Dia da Família na Escola envolveram pais e estudantes no SESI e no SENAI. A caça ao tesouro, que integra a gincana Pais pela Educação, teve pistas em QR Codes e ações que remeteram ao conhecimento e à educação profissional. Atividades lúdicas também integraram as famílias, como oficinas de artes e culinária, robótica e exposição de animais domésticos.

Serra Catarinense – Mais de 660 pessoas passaram pelo SENAI para participar da programação, entre elas a técnica em Segurança do Trabalho Ana Ataíde. Seu filho Vinicius Ataíde Pereira já fez o curso de Aprendizagem Industrial em Mecânico de Usinagem e é aluno de Desenhista Mecânico. “Meu filho está tendo noções de segurança no trabalho e ambiental com metade da idade que eu tinha quando escolhi minha profissão. Isso é ótimo. Faço questão de estar presente em cada momento dessa escolha”.
No laboratório de Química, Luiza Barbosa, de oito anos, aprendeu a fazer home spray. Ela foi ao SENAI acompanhada dos pais e das irmãs. “Gostei muito dessa experiência. É legal poder fazer esse tipo de coisa”, diz a menina. Para a mãe, Michele Rosa Barbosa, é importante estar junto com os filhos e acompanhar seu desenvolvimento. “Minha filha foi perdendo a timidez com as atividades de sala e o convívio com professores e colegas do SENAI. E isso já vai preparando ela para o mercado de trabalho no futuro”.

Sudeste - Na Grande Florianópolis, o Dia da Família na Escola teve ações nas escolas Jacó Anderle, Irmã Maria Teresa, SESI e no SENAI. O público participou de oficinas culturais, cursos de informática básica, atividades musicais e físicas, exposição e venda de livros, palestras, dentre outras atividades. “Ficamos muito felizes de ver o envolvimento efetivo, a dinâmica de todos os jovens, o engajamento cada vez maior deles no desenvolvimento das atividades mais diversas, o que serve para nos aproximar daquele patamar educacional que desejamos para todos os nossos jovens”, disse Tito Schmitt, vice-presidente da regional sudeste da FIESC.


Vale do Itajaí Mirim – Em Brusque, as ações iniciaram no SESI Escola, recebendo pais e alunos com diversas atividades culturais. Depois, para todo o lado que se olhava, a imagem eram de pais e filhos juntos, em mesas de pintura, confecção de artesanato, e em todas as ações promovidas pela unidade. Já no SENAI, as atividades iniciaram às 10 horas da manhã e teve palestra, shows musicais e muito mais para receber os visitantes.

Vale do Itapocu – Um bom público prestigiou as atividades do Dia da Família na Escola neste sábado em Jaraguá do Sul. Desde a abertura até às 9 horas, muitos pais acompanhados de filhos, ou grupos de estudantes da região, participaram da programação que destacou a importância da preparação para a formação profissional dos jovens. O vice-presidente da FIESC no Vale do Itapocu, Célio Bayer, falou sobre o compromisso que as entidades ligadas ao Movimento Santa Catarina pela Educação com a busca de melhores condições de ensino no Estado, mas destacou o papel que a família desempenha na construção do projeto de vida pelos estudantes, lembrando a transformação do mundo do trabalho. “Vencer os desafios e preparar jovens e adolescentes para uma sociedade cada vez mais competitiva requer atenção a várias áreas e os educadores, ao lado das instituições que se dedicam à formação profissional, devem caminhar ao lado das famílias para o seu êxito”, disse.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br
« voltar